4 Dicas para Mudança Empresarial

Rubens Borges
16/05/2019
Conheça 4 dicas que vão ajudar a potencializar as atitudes das pessoas, que são a chave para o sucesso da mudança empresarial.

 

A redução das margens de lucro, perda de clientes e dificuldades de atrair novos clientes é a tônica existente na maioria das empresas que ainda não reconheceram o que pode ser feito para mudar esta situação.

O mundo dos negócios está exigindo uma mudança empresarial radical, para que as empresas e pessoas se mantenham úteis, e portanto rentáveis.

O desafio é grande, e sem uma equipe que seja capaz de implementar as mudanças necessárias fica impossível.

Neste cenário, conheça a seguir 4 dicas que vão ajuda-lo a potencializar as atitudes das pessoas, que são a chave para o sucesso da mudança empresarial.

 

Dica 1 – O que é uma empresa enformada?

Reflita se sua empresa ou pessoas que trabalham nela, inclusive você, estão enformados dentro de uma fôrma.

Sua empresa ainda está enformada, ou já está passando por um processo de ressignificação de sua utilidade junto ao mercado?

As empresas que estão enformadas, são aquelas que ainda se mantém em modelos de gestão e de negócio que propiciaram sucesso no passado, e que estão ou inconscientes ou resistentes aos processos de mudança empresarial.


Dica 2 – Mudança empresarial começa pelas pessoas

Fortaleça seu RH. Transforme-o em um setor de Gestão de Talentos.

O maior patrimônio hoje nas empresas, de qualquer setor, está no conhecimento, que na sua maior parte está na cabeça de seus colaboradores.

A perda de um talento pode ser um grande prejuízo, e manter um “xiru”, ou seja, um profissional que não tenha atitude ou não esteja engajado, também é um grande prejuízo.

Se custa caro capacitar um colaborador, imagina quanto está lhe custando se não capacitá-lo.

Capacitar sua equipe para que ela provoque e também suporte as mudanças necessárias, é um investimento intangível, mas que irá representar a base para a ressignificação da utilidade da sua empresa junto ao mercado.

As empresas, na maioria,  contratam pela competência técnica e demitem pela falta de atitude e pela falta de comprometimento, ou seja, pela falta de competências comportamentais.

Dica 3 – Atitudes

Empodere as pessoas.

A melhora em 20% nas atitudes das pessoas podem representar um aumento de 80% na eficiência / produtividade / rentabilidade da sua empresa.

A falta de atitudes e de engajamento das pessoas em sua empresa provavelmente deve estar minando e eficácia dos seus negócios.

Se você chegou até aqui, lendo este artigo, acredito que é porque está se reconhecendo neste cenário dentro de sua empresa.

Eu lhe pergunto, onde você está procurando soluções para este problema?

Talvez a solução esteja dentro de casa e você ainda não a reconheceu.

Provavelmente há potenciais disponíveis em seus colaboradores ainda não identificados e/ou ainda não desenvolvidos.

Tudo pode começar com o simples empoderamento de suas equipes para promover as mudanças de atitudes que irão promover a eficácia do seu negócio !

Aqui na UNO,  os colaboradores  foram empoderados e  percebemos uma grande mudança em suas atitudes, o que já está resultando em uma melhoria nos nossos negócios.

 

Dica 4  – Capacitação em Eficiência e Efetividade

Capacite seus colaboradores nas competências comportamentais essenciais.

Estamos em um momento ímpar na história da humanidade, onde o que está mudando é diferente de tudo que veio mudando até aqui.

Para se manterem úteis as pessoas precisam mudar, as empresas precisam mudar.

O que está provocando esta grande mudança é que os clientes estão buscando novas formas de oferta e bens e de serviços e novos tipos de serviços que até aqui não eram demandados.

A manutenção da utilidade da empresa no mercado é o tema mais relevante do ponto de vista de sobrevivência de um negócio.

As novas gerações também estão influenciando o comportamento das pessoas que trabalham nas empresas, e as relações de trabalho, também está mudando.

O maior patrimônio que as empresas não é apenas o que está escrito nos procedimentos, mas sim no capital intelectual inscrito em seus colaboradores, o qual precisa ser desenvolvido e preservado.

O conhecimento técnico está cada vez mais volátil, e hoje o destaque para o sucesso de um negócio está nas competências comportamentais.

As empresas que estão investindo no desenvolvimento de competências comportamentais e criando processos para a retenção de talentos serão aquelas que irão sobreviver a esta grande mudança que está em andamento.

“Só tem valor o que é útil, e só é útil o que atende a uma necessidade”.

 

Resumindo

Construa a utilidade de sua empresa com base no atendimento a necessidade de seus clientes desenvolvendo competências comportamentais em seus colaboradores, as quais criarão a flexibilidade necessária para atender as necessidades evolutivas de seus clientes.

Sucesso é o que lhe desejo, e esperamos poder fazer parte dele.

Estamos aqui para lhe ajudar. Conte com a gente!