5 mitos sobre Software de Estoque Online

Cintia Tombolato
20/06/2018
Reunimos neste post os 5 maiores mitos sobre Software de Estoque Online na gestão da sua empresa para você repensar seus processos.

 

Muito se fala sobre como organizar e controlar estoque por ai (MBAs, cursos, blogs etc)… Mas afinal, o que realmente traz resultados positivos para a sua empresa? Descubra neste post, que reunimos os 5 maiores mitos sobre Software de Estoque Online na gestão do ‘almoxarifado’.

1. Separação é igual Baixa no Estoque

Um item vendido precisa ser separado para que sua empresa não venda, duas vezes o mesmo item e tenha over booking. Para que um item entre em Separação, ele precisa estar vendido e reservado. Contudo, se seu cliente desistir da compra, ainda é possível voltar para o Estoque. Somente dê baixa no Software de Estoque Online, quando você emitir a NF de Saída.

 

2. Não preciso mais do Contador

Literalmente, no Brasil são milhares de Regras Fiscais, Tributárias e Contábeis, sendo cada empresa enquadrada em uma ou diversas situações diferentes. Logo, o ERP não sabe qual é a informação da sua empresa, nem mesmo o fornecedor de Sistema.

São necessários profissionais capacitados e especializados por dizer ao sistema qual é o valor, alíquota, CFOP, tributos, CST, entre outros dados da sua empresa.

 

3. Elimina erros com Cálculos Automáticos e Operacionais

O Software de Estoque Online é desenvolvido para fazer os cálculos, porém, parâmetros como CST, NOP, entre outros são informados por pessoas. Se a informação for imputada no sistema erroneamente ou se seu fornecedor digitou a NF de Entrada errado, você terá problemas com erros.

 

4. O sistema cria o código barras

Existem várias maneiras de colocar código de barras em seus produtos , porém, a maioria não é regulamentada. Na verdade, um novo produto para ser colocado em circulação no mercado deve ser registrado antes de ser comercializado.

A Associação Brasileira de Automação é o órgão gestor da regulamentação, desenvolvimento e aplicação dos padrões globais de identificação de produtos. Para que o seu produto possua um código de barras oficial, é necessário a afiliação de sua empresa junto ao GS1 Brasil.

 

5. RFID resolve os problemas do Recebimento e Baixas de Estoque

RFID é uma identificação por rádio frequência de informações armazenados na TAG e que são lidos a partir de antenas.

Porém, ainda não é suportado a identificação de dispositivos muito distantes, exige muito espaço físico (“trambolho”) e bateria para processamentos robustos, custo elevado de implantação, não tem padronização das frequências e dá brechas para invasão de privacidades e insegurança.

É possível controlar o Estoque pelo número de lote/série dos produtos, com um acompanhamento de todos os movimentos realizados pelo item (entradas e saídas), de até bloquear a venda/utilização de um lote em quarentena (indisponíveis) ou que já tenham ultrapassado o prazo de validade com Coletores de Dados integrados ao Software de Estoque Online.

 

AINDA COM DÚVIDAS? FALE CONOSCO