Entenda a Integração com Sistemas Contábeis e Fiscais

Marcio Sanson
21/06/2018
É muito comum empresários confundirem e não entenderem a diferença entre uma integração sistemas contábil e fiscal. Saiba mais nesse post.

 

No post Diferenças do Plano de Contas do Contador e do UNO ERP expliquei rapidamente a diferença entre o Contábil e Fiscal.

Com as mudanças da escrituração digital a integração do ERP com Sistemas Contábeis tende a ser maior e a dúvida volta a pairar na cabeça do empresário.

Percebo que quando os clientes falam de integração, normalmente, eles estão falando somente do contábil! Na verdade, eles NÃO sabem que são coisas diferentes.

Muitas empresas não entendem a diferença entre uma integração contábil e fiscal, sendo que ela é dividida em:

Tenho visto que o contador tem preferência em importar os XML das Notas de Entrada e Saída ou SPED.

Os layouts padrões fiscais por parte dos sistemas contábeis estão ficando obsoletos. Super justificado devido as diversas alíquotas, bases de cálculo e classificações (CST), que se importado da NF gera muito mais segurança da informação.

Na UNO, recomendamos a integração da seguinte forma:

 

Fiscal

Opção 1: Soma LF através do SPED

Afinal, gera TUDO em um arquivo só (NF entrada, saída, serviço, consumo, estoque, etc)

 

Opção 2: Importação dos XML das Notas

Feito com o envio do relatório do estoque na data, a melhor parte é que essa opção não tem custo para o cliente.

Contábil

Integração direta com o sistema contábil. Exemplo. Contmatic.
Imprescindível para realização de auditorias e conciliação entre o Contábil e gerencial no UNO ERP.

Sistemas Contabeis

Sem a Integração

Sem a integração, o trabalho é 100% manual por parte da contabilidade.

Na prática o contador analisa o extrato bancário, os cupons e notas fiscais enviados fisicamente pra ele (o tal do malote),  e classifica dentro do entendimento DELE no sistema contábil.

A chance de “bater” com o UNO ERP e ainda dentro do mesmo entendimento de classificação é mínimo. O resultado são relatórios contábeis sem muito valor para o empresário, pois ele não entende a formação dos números.

Além disso, existe o dissabor e missão de distribuir lucros para o Imposto de Renda dos sócios. Tudo porque NÃO houve o acompanhamento mensal e os números não refletem a verdade.

 

Com a Integração

Com a integração o cliente já determina a correlação do plano de contas gerencial e contábil!

TODOS os lançamentos ficam “conciliados”. Dá trabalho preparar e fazer funcionar a 1ª vez!

Mas depois, automaticamente os relatórios contábeis passam a ter VALOR não só para o fisco, mas tb como ferramenta de gestão. Pois é uma análise por outro ponto de vista.

Lembrando que é normalmente o ponto de vista de investidores ou compradores da sua empresa. #ficaadica

O resultado e o MAOIR BENEFÍCIO é Tranquilidade…
Tranquilidade merecida pois colocou atenção e acompanhou mensalmente, evitando sustos no IR e explicações descabidas aos fisco.

Reflita!

AINDA COM DÚVIDAS? FALE CONOSCO