10 recursos essenciais do ERP para Prestação de Serviços

Cintia Tombolato
26/06/2018
O momento de escolher um ERP para Prestação de Serviços gera uma grande angustia para o empresário, pois existem centenas de fornecedores de software. Por isso, reunimos neste post 10 recursos essenciais que você deve checar antes de tomar a decisão. Confira!

 

#1 Faturamento de Recorrentes

Faturar serviços recorrentes costuma ser uma grande jornada para a área financeira de empresas de Serviços, pois não sabem o que cobrar, ou as vezes, precisam realizar o faturamento mensalmente um a um com emissão de Nota Fiscal Eletrônica de Serviços (NFS-e) e boletos.

 

#2 Integração da NFS-e com a Prefeitura

O ERP para Prestação de Serviços  precisa estar integrado diretamente com as prefeituras, para gerarem automaticamente as notas fiscais, juntamente com o(s) boleto(s), se for o caso. Basta um clique e o sistema fatura automaticamente na data programada de forma agrupada ou individual ou selecionando o que deseja para aquela data.

 

#3 Fechamento Hora Homem

Uma grande encrenca para empresas que cobram seu clientes por horas de serviços prestados e o valor da hora varia conforme horário de atendimento é realizar o fechamento no final do mês. Cheque se é um ERP para Prestação de Serviços com histórico do chamado atendido, tempo de atendimento, custos da hora (salário, benefícios e custos trabalhistas do colaborador, impostos e lucros) e valor total do mês.

 

#4 Gestão de Chamados/Ocorrências

O ideal é ter um ERP para Prestação de Serviços que faça esse cálculo baseado nas ocorrências e apontamentos feitos, e que ao final do mês gere automaticamente um PDF com o extrato final para o cliente, que ficará muito confiante com sua empresa.

Essa gestão de ocorrências por colaborador e projeto, possibilitará controlar as atividades de cada colaborador, cliente solicitante, o que deve ser realizado, centro de custos, prazos de entregas e históricos, controlar as horas de trabalho da equipe e despesas dos projetos, entre outros.

 

#5 Extranet

Cheque a possibilidade de ter uma Extranet para que seu cliente abra chamados técnicos para a sua equipe, consulte situação financeira, emita 2ª via de boleto, atualiza seus dados cadastrais, acesse um FAQ e estabeleça um canal de comunicação com o histórico de tudo o que foi conversado, combinado e tratado.

 

#6 Gestão de Custos

Se você trabalha com projetos o ERP precisa fazer a gestão por centro de custo do projeto, além dos departamentos. Será que o projeto ou departamento deu lucro ou prejuízo? Cheque se o Sistema para Prestação de Serviços tem gestão de quanto cobrou do cliente, quanto gastou com a hora da equipe, reembolsos pagos, impostos devidos, materiais utilizados do estoque, etc. Para tanto, é preciso ter um software que faça o cálculo automático e rápido.

 

#7 Gestão do SLA de Atendimento ao Cliente

Também conhecido com Placares de Projetos e Placar SLA. Seu colaborador saberá exatamente o que tem para realizar e entregar naquele dia e qual é a ordem de prioridades e criticidades de cada ocorrência de trabalho em sua responsabilidade. O Placar também pode ser aberto para toda a equipe acompanhar e se ajudar. Isso cria mais comprometimento da equipe e garante mais satisfação dos clientes, que serão atendidos dentro dos prazos combinados.

 

#8 Automatização de Contratos e Orçamentos

Prestadores de serviços precisam formalizar o que foi negociado e formalizar no “papel”. Contudo, essa ação pode ser uma grande, longa e chata burocracia. Não perder mais que 15 minutos para fazer um Contrato de Prestação de Serviço ou Orçamento é o grande sonho, que já é realidade. Pense em ter nesse sistema de vendas uma forma de gerar em PDF ou Word um contrato ou orçamento com os itens do Pedido do cliente já em um layout padrão, onde você não precise colocar na mão cada informação do cliente e da compra.

 

#9 CRM

Você sabe quem são seus clientes ou potenciais compradores e o que eles buscam e precisam? Se não sabe, deveria saber. Nenhuma empresa cresce sem essas informações básicas de atendimento ao cliente. Não adianta sair correndo pegar a agenda ou caderneta ou abrir aquela planilha do Excel, o mercado está cada dia mais ágil e buscando empresas que respondam rapidamente as suas necessidades. Sistemas com CRM nativos podem ajudar na centralização das informações e na agilidade de resposta da empresa ao mercado.

 

#10 Gestão dos Contratos Recorrentes

Outra grande pedra no sapato do empresário é saber o que vendeu, se já entregou e quando. A tarefa fica ainda mais difícil para empresas que vendem horas mensais de seus serviços. Realizar a gestão dos Planos de Serviços (fee mensal ou manutenção mensal) pode ser uma tarefa muito simples quando feita com um software de gestão, que armazena o que o cliente tem contratado, o que a empresa precisa cobrar mensalmente dele, se já cobrou, prazos de validade e datas.

Tem dezenas de recursos no ERP para Prestação de Serviços que podemos citar, mas trouxe de forma ampla aqui o que é essencial. Tem algum recurso que esquecemos de mencionar, que seja primordial para a gestão de serviços? Se sim, nos mande uma mensagem com sua dica!

 

AINDA COM DÚVIDAS? FALE CONOSCO