O que avaliar em um Sistema de Controle Financeiro?

O que avaliar em um Sistema de Controle Financeiro?

29/09/2020

7:00 hrs

Confira os 10 principais pontos para prestar atenção na hora de escolher um sistema de controle financeiro que atenda às necessidades do seu negócio!

 

Você busca por um sistema de controle financeiro que garanta a sua segurança fiscal e tributária? Então, antes de escolher qual o melhor para o seu negócio, é preciso analisar alguns pontos entre as opções disponíveis no mercado. Afinal, há algumas opções mais baratas que não contemplam tudo que é necessário para garantir a eficiência da ferramenta.

Muitas empresas esquecem de avaliar se todos os módulos do ERP e suas funcionalidades atendem aos seus processos atuais e almejados para o futuro. Mas não se preocupe! No post de hoje, listamos 10 itens para você escolher o seu sistema de controle financeiro antes de comprar. Confira!

 

1. Customização de recursos

Alguns sistemas de controle financeiro são engessados e não podem ser customizados para as regras de negócio de cada empresa. Por isso, para aproveitar o que um sistema de controle financeiro tem de melhor, verifique se ele permite personalizar as funcionalidades. Outro ponto importante é a possibilidade de integração com outros módulos para tornar o sistema mais robusto.

Assim, os relatórios gerados pela ferramenta farão sentido para o seu modelo de negócio, trazendo dados relevantes e que impactam nas suas decisões. Além disso, a parametrização deve ser fácil de usar para que sua equipe não sofra com processos complexos.

 

2. Integração com Sistemas Contábeis

Um bom sistema de controle financeiro deve permitir a integração com outras ferramentas contábeis. Assim, você conta com uma plataforma robusta para atender a sua demanda de ponta a ponta, seja de fluxo de caixa, nota fiscal ou inventário.

A partir disso, é possível importar os arquivos XML ou entregar o SPED, por exemplo. A vantagem é a redução de erros humanos por conta das automações do sistema. Outro benefício é o aumento da produtividade da equipe financeira, que se livra de boa parte do trabalho fiscal feito manualmente.

 

3. Geração de Boleto CNAB

Para escolher o seu sistema de controle financeiro, observe se há a opção de gerar boletos CNAB ilimitados. Essa funcionalidade elimina a necessidade de conciliação bancária de recebíveis e uma tarifa única é cobrada no momento de liquidação. Além disso, fique de olho também no valor das taxas de boletos.

Com essa solução você tem acesso a relatórios mensais para gerenciar sua área financeira. Assim, você reduz custos e economiza tempo, porque não precisa gerar arquivos de remessa e nem ficar esperando o download de arquivos.

 

4. Pagamento Escritural

O quarto ponto da nossa lista para escolher o melhor sistema de controle financeiro para o seu negócio é o pagamento escritural. Essa funcionalidade deve estar integrada aos principais bancos brasileiros e ser habilitada para realização de DOC, TED e crédito em conta. Assim, é possível agendar pagamentos com antecedência, evitando atrasos e erros.

 

5. Radar de Monitoramento de NFe

Um bom sistema de controle financeiro traz o recurso de monitoramento de NFe. Isso significa que você consegue saber, exatamente, em que etapa da cadeia estão as notas. Esse processo é automatizado. Assim, sua equipe consegue fazer uma melhor gestão dos arquivos XMLs e saber com antecedência quando uma NFe for emitida.

Além de tornar a operação mais ágil, isso evita fraudes, multas e notas frias. Um sistema de controle financeiro também permite ver todos os seus recebimentos em um painel de consulta, o que aumenta a sua visão sobre o negócio.

 


6. Integração com Prefeituras

A integração com prefeituras permite automatizar a emissão de NFS-e até a impressão da DANFE. Assim, não há necessidade do trabalho manual, liberando o tempo da equipe para que ela se dedique a atividades mais complexas.

Para ser eficiente, um sistema de controle financeiro deve fazer o acompanhamento em tempo real de todas as operações comerciais feitas pelo Fisco em relação a NFS-e.

 

7. Sem limite de NFe emitidas automaticamente

Os melhores sistemas de controle financeiro do mercado permitem a emissão automática de um número ilimitado de notas. Esse recurso traz muita agilidade para os seus processos contábeis e ainda garante a segurança na emissão de NF-e. Além disso, suas operações não ficam travadas pela limitação do número de notas.

 

8. Conciliação Bancária OFX

Um sistema de controle financeiro robusto permite a integração com um plugin de conciliação bancária OFX. A OFX traz todos os dados mais importantes das suas operações bancárias. Com isso, é possível comparar o fluxo de caixa ao extrato emitido pelo sistema. Isso garante a segurança e a legalidade do processo. A conciliação é muito mais rápida dessa forma em comparação às operações manuais.

 

9. Conciliação de Cartão de Crédito

A conciliação de cartão de crédito é uma função que todo bom sistema de controle financeiro deve ter. Com ela, você elimina custos operacionais, já que todo o processo é feito de forma automática, sem necessidade do trabalho manual. Outro benefício é a otimização da gestão de recebíveis.

A funcionalidade envolve conciliação da venda, do pagamento e do recebimento, fazendo as confirmações necessárias para cada um desses pontos. Esse recurso traz a vantagem de gerenciar suas vendas feitas por cartão de crédito ou débito. Por isso, é importante que esteja integrado às principais operadoras de cartões do Brasil.

Além disso, o sistema de controle financeiro deve permitir o acesso a relatórios completos e personalizados com informações importantes sobre o processo de conciliação. Isso envolve dados sobre contas a receber, antecipações, retorno, extrato de vendas e pagamento, entre outros.

 

10. Segurança Fiscal e Tributária

Um dos itens mais importantes para escolher o seu sistema de controle financeiro é a garantia da segurança fiscal e tributária do seu negócio. Afinal, tão importante quanto a agilidade do processo contábil é a proteção dos documentos emitidos.

Quer saber mais sobre um sistema de controle financeiro que atende aos 10 pontos apresentados neste post? Então, conheça o UNO ERP e descubra como ele pode ajudar o seu negócio a organizar e proteger a sua área financeira e tributária!

 


Você pode gostar