O que avaliar em um Sistema para Construção Civil

Cintia Tombolato
27/06/2018
Veja como escolher o Sistema para Construção Civil mais adequado e funcional para o seu modelo de negócio.

 

Hoje em dia, para as Construtoras é praticamente impossível gerenciar projetos sem a ajuda de algum Sistema para Construção Civil.  Contudo, com tantas opções diferentes no mercado, é difícil escolher a mais adequada e funcional para o seu modelo de negócio.

À medida que as empresas vão se profissionalizando, é essencial otimizar processos com a ajuda de um Sistema para Construção Civil. Pensando nisso, preparamos uma lista com os 9 itens que você deve avaliar antes de escolher um software para construção civil, que poderá elevar a sua empresa para um novo patamar. Confira:

 

#1 Mobilidade

A Mobilidade tem alto impacto no quotidiano dos processos e nas melhores práticas de gestão para empresas de Engenharia. Considere que não haverá mais brecha no mercado para empresas que não acompanharem essa tendência, que praticamente, já é uma obrigatoriedade. O empresário, gestores e diretores e engenheiros não podem mais ficar sem acesso às informações estratégicas dos projetos somente por que estão viajando ou na obra.

 

#2 Automatização de Contratos

Construtoras que trabalham com Gestão de Contratos precisam formalizar o que foi negociado e formalizar no “papel”. Contudo, essa ação pode ser longa e muito burocrática para a equipe de vendas. Não deixe que seu time comercial perca mais que 15 minutos para fazer um Contrato de Prestação de Serviço ou Orçamento, pois já há Sistema para Construção Civil que gera de forma automatizada em PDF ou Word os contratos com os dados de compra e do cliente já em um layout padrão. Ou seja, ninguém terá que perder tempo digitando cada informação do cliente e da compra.

 

#3 Automatização de Compras

É possível agilizar os processos de compras através da integração do fornecedor com o Software (eProcurement) para controlar os recebimentos dos materiais nas obras e ter mais eficiência na gestão de requisição de materiais das obras feita pelos empreiteiros e mapa de cotações para o comprador e vendedor decidirem pelo melhor fornecedor.

 

#4 Gestão de Projetos

Construtoras com uma equipe já formada, que atua em campo ou interno, sofrem com a distribuição de tarefas, sobrecarga de atividades e prazos. Uma boa solução é trabalhar com um Sistema para Construção Civil que tenha ocorrências de trabalhos por funcionário e projeto, que possibilitará controlar as atividades de cada colaborador, cliente solicitante, o que deve ser realizado, centro de custos, prazos de entregas e históricos, controlar as horas de trabalho da equipe e despesas dos projetos, entre outros.

Considerada a melhor prática pela PMI, o Placar de Projetos dá visibilidade e permite fazer a gestão dos projetos de cada cliente e das atividades dos colaboradores envolvidos, das despesas por centro de custo e por projeto, tudo vinculados aos contratos de serviços ou a clientes com a ajuda da carteira de trabalho de seus colaboradores. É possível controlar os projetos com apontamento real de horas, reembolso de despesas e apuração de horas previstas vs realizado.

 

#5 Gestão de Obras

Será que a obra deu lucro ou prejuízo? Trabalhando com as ocorrências você vai ter informações para um controle dos projetos com: quanto cobrou do cliente, quanto gastou com a hora da equipe, reembolsos pagos, impostos devidos, materiais utilizados do estoque, etc. Para tanto, é preciso ter um software para construção civil que faça o cálculo automático e rápido. Já pensou ter um Excel só para sintetizar todos esses dados e fazer o cálculo? O empresário perderia muito tempo, correria o risco de tomar decisões baseadas em números errados e ainda, acabar deixando de lado essa tarefa básica, saber se seu negócio está dando lucro ou prejuízo.

 

#6 Ebtida

Lucros antes de juros, impostos, depreciação e amortização – Ebitda é um importante indicador financeiro, que representa a capacidade e eficiência da sua empresa para investimentos. Busque soluções de gestão que permitam chegar ao cálculo Ebitda rapidamente dos orçamentos com base em cenários diversos.

Adote o Ebtida, que também é conhecido como Lajida, se você precisar de índice de desempenho, pois ele é considerado um importantíssimo indicador para Investidores.

 

#7 Gestão de Documentos

Gerencie seus documentos digitalizados, plantas, planilhas, imagens, projetos, fotos, entre outros documentos padrões da sua empresa com o GED – Gestão Eletrônica de Documentos. Nele você tem sua Rede interna e se estiver em um software 100% Web, você terá acesso de qualquer lugar do mundo aos documentos internos e dos clientes.

 

#8 Faturamento

Faturar serviços costuma ser uma grande jornada para os faturistas de empresas de Serviços, pois não sabem o que cobrar e precisam fazer um a um a emissão de Nota Fiscal Eletrônica de Serviços (NFS-e) e boletos. Sistema para Construção Civil especializados em serviços entraram no mercado justamente para ajudar nessa maratona, que integrados aos sites das prefeituras, geram automaticamente as notas fiscais dos clientes, juntamente com o(s) boleto(s), se for o caso. Basta um clique e o sistema fatura automaticamente na data programada de forma agrupada ou individual ou selecionando o que deseja para aquela data.

 

#9 Rotinas de Pagamentos pelo Software

Com o Pagamento Escritural integrado ao Sistema para Construção Civil é possível agendar e efetuar pagamentos e por lote de fornecedores sem trânsito de borderôs, DOCs, TEDs, fichas de depósito ou necessidade de contatar o gerente, com segurança e de qualquer lugar do país. O serviço é seguro, disponibiliza diversas formas de pagamento, basta checar com seu banco.

 

Existem dezenas de recursos que sua empresa deve avaliar, além desses que citamos. Por isso, lembre-se: é fundamental que seja escolhido um que esteja em conformidade com as necessidades e as expectativas da sua empresa. Faça uma lista do que espera e precisa que o ERP / Software automatize em sua empresa.

 

AINDA COM DÚVIDAS? FALE CONOSCO