O que é Contabilidade?

Marcio Sanson
02/12/2019
Entenda o que é a Contabilidade, qual é a sua real importância para as instituições, empresários e economia do país e qual é o papel do contador no futuro.

 

Pode ser que, para quem vê de fora, a Contabilidade seja uma grande chatice burocrática para atender as responsabilidades fiscais de uma empresa, mas o que ninguém sabe é que ela é essencial para organizar as finanças e garantir a sobrevivência dos negócios.

Portanto, entenda melhor neste post o que é a Contabilidade, qual é a sua real importância para as instituições e seus objetivos.

 

Atuação da Contabilidade

Podemos dizer que a Contabilidade é o processo de registrar, sumarizar e organizar todos os atos e fatos, mensuráveis financeiramente, que ocorrem nas empresas. Ela constitui uma linguagem universal única e um serviço para todos os governos, empresas, entidades, etc.

Logo, podemos dizer que com o uso de sistemas de informação a Contabilidade acaba se tornando um grande banco de dados com o histórico de todas as operações.

Por isso, infelizmente, no Brasil a imagem do contador está atrelada a uma função fadada a morte, burocrática e que só serve para gerar impostos e multas. Porém, a atuação e os objetivos desta ciência vão muito além…

O que pode ser de grande importância estratégica para as empresas e sociedade, e que é importante você saber, é que a Contabilidade tem a função de subsidiar o processo de tomada de decisão.

 


Contabilidade no Brasil

Historicamente, a Contabilidade nasceu com o objetivo de gerar informações úteis aos proprietários, mas sofreu influencias pelas mudanças na economia e, principalmente, pela alteração dos seus objetivos e usos.

A informação contábil, que era digitada apenas para o empresário, passou a ser requerida pelos investidores, credores e pelo próprio governo.

No Brasil, a contabilidade foi demasiadamente influenciada por órgãos governamentais voltados principalmente para a arrecadação de tributos. Desta forma, o contador brasileiro tinha como objetivo o mero atendimento às exigências fiscais.

Como o avanço em leis, que separam as normas contábeis com efeitos comerciais das fiscais, e com a criação do Instituto Brasileiro de Contadores  – IBRACON e do Conselho Federal de Contabilidade, foram estabelecidas normas a serem seguidas pelas empresas brasileiras nos padrões internacionais (International Financial Reporting Accounting Standards Board – IASB).

 

Papel do Contador do Futuro

Como o avanço das tecnologias e a utilização de softwares, os contadores estão se aproximando cada dia mais de seus objetivos originais, pois deixam de ser meros digitadores/executores de dados de natureza econômica, financeira e física do Patrimônio da Entidade.

Os contadores estão passando a atuar focados em seus verdadeiros objetivos, serem consultores que compreendem registros, demonstrações, relatórios, tabelas e planilhas, e realizam diagnósticos e prognósticos expressos sob a forma de relatos e pareceres técnicos.

Para isso, ele analisa profundamente o ambiente interno e externo, e utiliza as demonstrações contábeis como instrumento para a eficiente alocação de recursos e avaliação de desempenho daqueles que efetuam a gestão.

Enfim, o profissional de contabilidade do futuro, por meio de sistemas, agora sabe que as informações geradas são de extrema importância para que o gestor tome a decisão mais adequada.